Minha lista de blogs

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Mês sagrado do Ramadan

Ramadan é um tempo para a oração, unificação, paciência, caridade e o auto-sacrifício.
O mês de Ramadan oferece aos Muçulmanos uma oportunidade especial para reviver, renovar e revigorar a fé. Nesse tempo, o jejum é considerado, por eles, uma educação espiritual.

Neste ano, o mês sagrado do Ramadan começou no dia 10 de julho. Cheguei em Dubai no dia 22, portanto era o tempo sagrado. Foi a primeira vez que coincidiu a minha estada lá neste período. Tudo diferente das outras vezes. A cidade fica diferente, mais quieta. As lojas dos shoppings centers abrem mais tarde.Os restaurantes não servem comidas antes do pôr-do-sol. Não é permitido comer nada em público..nem beber água, até para os não muçulmanos. Mesmo com tantas restrições, achei muito interessante vivenciar essas diferenças.

Youssif é um local e amigo do meu filho Gustavo. Quando a pessoa é nascida em Dubai ou em outras cidades dos Emirados Árabes, dizemos que é local. Já conheço Joe ( apelido) de outras vezes...ele até já experimentou comida brasileira preparada por mim. Se gostou? Ele é um gentleman, super educado e elogiou dizendo que estava maravilhosa! ( risos).


Iftár significa a quebra do jejum, imediatamente, após o pôr-do-sol. É um lanche leve que deverá consistir de tâmaras ou de sobremesa, juntamente com líquidos, como água, suco ou leite.


Esses alimentos são consumidos após se fazer a seguinte dua ( súplica) para a quebra do jejum:
"Ó Deus, eu jejuei para o Teu bem, e estou quebrando o jejum do sustento que com o qual me abençoaste; aceita isso de mim". 

                              Joe nos convidou para um Iftár no Restaurante Loui's.


 Convidando os não Muçulmanos " isso ajudará a formar uma ponte sobre a lacuna de informalidade que existe entre Muçulmanos e não Muçulmanos".  E, ainda acreditam que " os ajuntamentos informais e o prosear irão desenvolver um crédito e respeito mútuos".

De fato foi um momento inesquecível. Participar de um Iftar, sendo convidados pelo amigo Joe, foi uma deferência para nós, não Muçulmanos. O restaurante era belíssimo. E, o lanche não era tão leve como pensava. Mesas fartas enchiam meus olhos. Um verdadeiro banquete!





                                   
                                             Um chá de menta para ajudar na digestão.
                         Depois de um longo dia em jejum, certamente se faz necessário!!!


                                                   E, para celebrar a amizade: chicha ou narguilé.


"O jejum torna a alma brilhante, empresta sabor à oração, controla as paixões, remove falsos sensos de prestígio, economiza tempo, dinheiro e problema, contribui para a preservação da saúde, ensina a prática da democracia, ensina a ter compaixão do faminto, ensina a disciplina na moral e conserva a fé em Allah, uma foça viva".                    
www.islamismo.org/bem.htm

                                           Obrigada! Chokran, Joe por tão significativa vivência!

8 comentários:

  1. O blog da Marildinha além de ser muito bem elaborado é um banho de culrura... Parabéns mana!!! bjsss mana Marilene

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que amada! Obrigada por deixar tão carinhoso comentário! Bjs

      Excluir
  2. Muito legal Marilde! É sempre muito bom ler teu blog. Enquanto leio tantas informações tão cheias de sentimentos, quase ouço você falando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Pri. Obrigada por passar por aqui e deixar teu carinho! Beijos

      Excluir
  3. Vivência maravilhosa, e ainda com filho,,,,não tem preço !!
    adora as vivencias da Marildinha !!
    Cultura com SENSIBILIDADE !!!!
    show amiga !!!

    ResponderExcluir
  4. Nossa que aula! Aprendi tantas coisas neste seu post, que bom...
    Deve ser muito interessante conviver com uma cultura tão diversa da nossa. Achei tudo muito interessante.
    Só posso agradecer muito pelo post.
    Bjs
    Vania

    ResponderExcluir
  5. Vania, querida! Bom mesmo é poder estar perto do meu filhote...é com ele que vivencio esses lugares e experiências. Um privilégio que tenho e sou eternamente grata. Beijos

    ResponderExcluir