Minha lista de blogs

quarta-feira, 11 de junho de 2014

O tempo é efêmero


" Lembrar que estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei para me ajudar a tomar grandes decisões. Porque quase tudo - expectativas externas, orgulho, medo de passar vergonha ou falhar - caem diante da morte, deixando apenas o que é apenas importante. Não há razão para não seguir o seu coração".                                 Steve Jobs

Uma paradinha para pensar na morte. Sim, pode parecer meio mórbido, mas hoje não consigo pensar na vida sem lembrar que um dia passaremos. Sejamos naturais e corajosos para falar nesse assunto. Importante pensar nisso para valorizar mais todos os instantes que respiramos o frescor de um novo instante.

Não seremos eternos, isso é fato. E, o que estamos fazendo diariamente com nossa vida? Aproveitamos intensamente todas as oportunidades fantásticas que ela nos apresenta? Ou desperdiçamos nosso precioso tempo, reclamando o tempo todo que o tempo está passando rápido demais.

A vida é efêmera tal qual nossas crenças de que ainda temos todo o tempo do mundo. Importante viver com esperança de muita caminhada pela frente. Olhar longe e amplo. Ver possibilidades, ter sonhos, fazer projetos. Porém, cuidar de todo instante pelo melhor aproveitamento do nosso tempo por aqui, nessa vida é o que devemos lembrar sempre. Dessa forma planejamos o dia de amanhã, mas vivenciaremos intensamente o dia de hoje.

Quando a morte bate à porta do seu grande amigo, como aconteceu com o meu, que era  jovem, bonito e querido; quando ela chega na calada da noite e diz vem comigo, sem aviso prévio; quando a surpresa é o inesperado da perda; fica mais forte no pensamento dos que ficam, que embora tem-se a esperança de concretizar tantas coisas ainda, tudo pode mudar de um instante para o outro. E, o valor da vida aumenta, aumenta, aumenta...
.
     Porque quase tudo fica insignificante diante da morte, deixando apenas o que é apenas importante.
                                      Não há razão para não seguir o seu coração.



          Uma homenagem ao meu amigo Beto Pellegrini (49), que foi dormir e não acordou mais.

10 comentários:

  1. Essa é uma certeza que todos temos. Estando ou não preparados para ela.ela chega. Triste perda a tua. beijos,fica bem,chica

    ResponderExcluir
  2. Pois é Marildinha..vivendo tão longe de minha familia e tendo o meu João como meu unico herdeiro,sem familia nenhuma por cá a n ser eu e seu pai,tenho pensado muito na morte ultimamente,tendo viver e agradecer a Deus mas um dia q nasce e planear o futuro de João...meus sentimentos pelo seu amigo.A morte é a vida q se perde.Penso se perdermos o medo da morte,perderemos mas o medo de viver,um feliz dia querida,beijinhos ups....voce tem facebook? Em Julho n irei a Paris,provavelmente em Agosto,depende como desenrola meu problema de saude,mas se quiseres vim cá me ver sera um prazer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida Patrícia. Obrigada por tuas lindas palavras.
      Tenho facebook...marildesievert@hotmail.com Marilde Sievert
      vamos nos falando por lá. Quem sabe irei visitá-la por um dia. Bjs

      Excluir
  3. Oi amiga!
    Linda homenagem e com certeza mais um lembrete para "ouvir a voz do coração". Beijos e até mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é certo: ouvir a voz do coração, sempre. Beijos

      Excluir
  4. Verdade única. Única certeza que nos rodeia. E a de que mais nos afastamos.
    "Porque quase tudo - expectativas externas, orgulho, medo de passar vergonha ou falhar - caem diante da morte, deixando apenas o que é apenas importante."
    Steve Jobs .....um dos primeiros livros que dei para meu filho ler.
    Tudo se torna insignificante perante a morte ............
    Deixando apenas o que é apenas importante....
    E o que é realmente importante?
    Cabe a razão ou ao coração responder.
    Sempre assim...ou o coração ou a razão respondem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Walkiria. Gosto muito de teus comentários aqui. Obrigadíssimo por tamanha colaboração. Grande beijo, amiga.

    ResponderExcluir
  6. Bela homenagem!
    Esta partida, este nos deixar para trás ainda nos pega dolorosamente...
    sabemos que a morte é uma conta devida e tem que ser paga mas, eu acredito num encontro do outro lado da vida e isto sempre me conforta e fortalece nestes momentos... Mas dói!
    Bjs e força, querida.

    ResponderExcluir
  7. Verdade, querida Vânia! Beijos no teu coração.

    ResponderExcluir