Minha lista de blogs

sábado, 26 de outubro de 2013

Piaf La Vie en Rose

                                        Sou fã da voz de Edith Piaf.
 E, das músicas cantadas por ela. Aquela pronúncia francesa inconfundível, com o rrrrr arrastado, faz dela única, formidável, apaixonante.

   Edith Piaf  foi encontrada por Louis Leplée, proprietário de uma grande casa noturna de Paris, que ao ouvi-la cantando na rua disse-lhe: "com a voz que você tem, a rua não é um lugar para você cantar". E, assim ela recebeu o seu primeiro contrato como cantora. Ela se tornou Piaf La Vie en Rose.


 Quero dividir com vocês uma vivência pouco comum para mim. Passeando por Paris com minha amiga francesa Sophie, depois de uma boa caminhada, chegamos em um cemitério.




                 Logo na entrada, após esse portal, encontramos um painel indicativo com muitos nomes.
                                                   E, para minha surpresa...vejam 71.


                                                                    E...92


O cemitério é enorme. Somente depois de muito tempo procurando, chegamos ao túmulo da inesquecível
                                                                         Edith Piaf

                                                      Fiquei emocionada, sinceramente.



                                   Está escrito em sua lápide: " Deus reúne os que se amam".

Essa frase foi recortada da música "L'hymne à L'amour" (Hino ao Amor) cantada por ela, tantas vezes.

                                             "Teremos para nós a eternidade,
                                               No azul de toda a imensidão
                                               No céu não haverá mais problemas
                                               Meu amor, acredite que nos amamos
                                               Deus reúne os que se amam".

É verdade, querida Edith Piaf.
La vie en rose. 


10 comentários:

  1. Querida Marildinha,eu tambem gosto muito de Edith Piaf.
    Interessante como sao os cemitérios por cá,nunca entrei,passo de lone e vejo
    tudo limpinho,florido,parece ate um jardim.Desejo um doce Domingo para voçe e que
    Deus reune sempre voçe ao lado de quem os ama para juntos festejar esta maraviha
    que é a VIDA,beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindas palavras, querida Patrícia! Obrigada. Bjs no teu coração

      Excluir
  2. Marilde, sou apaixonada por ela, fui a Paris fiz planos para ir no cemitério acabamos optando por outro lugar e fiquei na curiosidade, adorei conhecer um pouco mais com vc. Uma bela semana e um grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Silvia. Eu fui sem saber quem estaria sepultado por lá. E, é um cemitério que tem muitaaaaaaaaa gente importante...fiquei muito surpresa. Pena que chegamos no final da tarde e já estava quase fechando. Valeu demais. Bjs

      Excluir
  3. Ai o google mudou meu perfil aiaiai to penando para acertar.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhosa postagem!!!! Edith Piaf estará sempre em nossos corações!!! Amei! Beijos e beijos, Gabi

    ResponderExcluir
  5. Que incrível!
    E sinceramente, inédito...
    Não conheço ninguém que passeando por Paris se atreve a entrar no cemitério. E não é que valeu a pena?
    Muito legal!
    bjs
    vania

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Vânia! Valeu muito a pena. Pena que foi pouco tempo...já estava no fnal da tarde e quase fechando, pois eram inúmeros nomes que eu gostaria de ter visitado. Bjsss

      Excluir