Minha lista de blogs

sábado, 4 de maio de 2013

Comidinha de mãe

Minha memória sempre me transporta para as comidinhas que minha mãe fazia pra nós.
Sendo pequena ou já bem adulta, ir (estar)  na casa dela era uma delícia,  literalmente falando: cafezinho, pãozinho de queijo, pão de trigo saindo do forno, banana frita, nhoque de batata, frango assado, rosca de polvilho....

              Ficaram em minhas lembranças os aromas e sabores desse carinho dela.
              Acho que esses exemplos passam, mesmo,  de mãe pra filha!!!


                                   
                                   Ontem foi sexta-feira. Dia de folga no meu trabalho.
    Passei na peixaria e comprei peixe fresco. Sem saber bem o que faria para acompanhá-lo comecei a mexer na cozinha. Lembrei que havia visto em algum blog uma receita muito simples de salada de batatas. O que me chamou a atenção foi que um maço de alecrim era colocado junto na água em que as batatas seriam cozidas. Pensei: isso deve ficar muito bom!


                                                                 Aí vai a receitinha:
- Uma panela com água + um maço generoso de alecrim fresco + batatas descascadas cortadas em cubos +    sal. Deixar ferver o suficiente para as batatas ficarem macias. Escorrer a água. Deixar esfriar e temperar com  azeite de oliva extra-virgem.
                                                                  Simples, não é?



Arrumei a mesa no balcão da cozinha para nós duas:  minha filha Gabriela e eu.
 Usei um joguinho americano, que não uso todo dia e, guardanapos com o nome dela bordado.
                                                O almoço estava servido.

Quando ela chegou na cozinha falou toda feliz:" hummmmm, almocinho de mãe"...
E, ao ver os guardanapos, ficou olhando, olhando um bom tempo e se emocionou.
Aqueles guardanapos eram os em que ela levava o lanchinho pro colégio, quando era criança!


         Talvez eu também queira que ela sempre lembre dos aromas e sabores desse carinho de mãe. Porque essas mesmas memórias me transportam e me levam amorosamente para perto da minha.

        E, brindamos tão especial vivência com uma tacinha de vinho branco, bem gelado.
                                                         Santè!


6 comentários:

  1. Emocionada novamente, sinto-me honrada por ter uma mãe tão especial como tu és. Motivo suficiente para brindarmos e celebrarmos todos os dias de nossas vidas. Te amo muito e obrigada por esta linda vivência! Beijos tua filhota, Gabi

    ResponderExcluir
  2. Minha filha amada. Também te amo muito. Todo dia e em todas as horas. Beijos com o meu afeto, sempre!

    ResponderExcluir
  3. Esta me emocionou...só imagino os olhinhos deste ANJO vendo o guardanapinho com o nome dela! especial, carinhoso e inesquecível, com certeza! beijos amiga!

    ResponderExcluir
  4. Sim, Cláudia! Foi muito especial.
    Obrigada pelo teu carinho de sempre. Beijos

    ResponderExcluir
  5. Ola Marilde
    O melhor tesouro que herdamos são estes sentimentos e esta troca de carinho que alimenta nossa alma e segue conosco a vida toda.Isto passe sim de mãe para filha.Lindo e delicado seu almoço com a filhota,sinto de cá o aroma.Desejo um feliz todos os dias de mãe para voçe,beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Oi, Patríçia. Estou muito muito feliz com tuas palavras tão amáveis! Obrigada.
    Um harmonioso e sempre Feliz dia das Mães para você. Beijos

    ResponderExcluir