Minha lista de blogs

domingo, 30 de abril de 2017

Mudanças

Depois de uma longa viagem, chego em meu apartamento. A expectativa era a mais simples possível que uma mortal poderia desejar naquela hora da madrugada: banho e cama. Finalmente retorno ao ninho e  alegre de estar naquele lugar pra se chamar de meu.



Fui entrando arrastando a mala porque o cansaço era grande. Mas, para minha surpresa visitinhas indesejáveis me esperavam formando um comitê de recepção, em cada ambiente por onde eu ia adentrando. Mal podia acreditar quando vi tamanha invasão e o estrago que fizeram como hóspedes, por trinta dias. E, nem pagaram o aluguel. Sem pedir licença, foram tomando conta de tudo. Desolada, larguei minha mala, andei por todos os cômodos como uma " barata tonta" procurando um lugar, na minha casa, em que eu pudesse dormir.



Decisão tomada: chegaaaa! Assim, não dá mais pra continuar: serão eles ou eu.
Claro, que nessa altura da vida só poderia me escolher. Chegou a hora da operação " Fora Cupins"!
Sim! Invasão de cupins por todo o apartamento.

A quantidade dos bichinhos, asinhas, larvinhas e formiguinhas que se juntaram para tomar conta do meu espaço era assustador. Em outros verões também tinha acontecido, mas como dessa vez, nunca!

Primeiramente, mandar embora todos os móveis onde eles já faziam moradia por longa data. Não teve produto capaz de exterminá-los. Portas, quadros, cadeiras também foram descartadas. E, a reforma que parecia pequena durou dois meses. Quebra, faz, desfaz, arruma, limpa, suja, limpa, suja, limpa...

Reforma é assim: uma coisa puxa a outra. Se de um lado foi trabalhoso, irritante, desconfortável e oneroso; por outro, chegou a satisfação, o conforto e a alegria de ter enfrentado tamanha mexida geral. Literalmente, ter saído da acomodação para poder chegar o novo.



Talvez o recado que fica dessa vivência seja exatamente esse...desacomodar para dar espaço às mudanças que a vida pode trazer com a esperança de ser melhor. Mudança é uma questão de decisão interior. Fácil ou difícil? Depende de cada um. Porém, percebi que escolhas só chegam quando algo perturba pra valer.

                                                                                                        Voilà



 

2 comentários:

  1. Minha querida, a vida exige movimentos e mudanças sempre.O novo nos assusta,nos encomoda mas, traz em si um sentimento bom, de renovação. Imagino o desconforto quepassaste, mas que te proporcionou algumas desmaterialização e isto é bom,pois nos deixa mas leve.Boa noite por aí e boa semana, beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Patrícia. O novo assusta por conta do desconhecido, mas é sempre mito bem vindo. Bjnhos

      Excluir