Minha lista de blogs

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Casamento na Embaixada

Casamento é sempre um momento esperado. E, quem já organizou um sabe que há muito o que fazer antes do grande dia. Noivas ansiosas, felizes e nervosas começam o planejamento dos festejos um ano antes do dia D. Tudo para que seja um dia perfeito, uma cerimônia religiosa cheia de emoções e para que a festa culmine com muita comida, bebida e linda decoração.

O casamento civil, que tem a grande importância do assina papel aqui, assina papel ali muitas vezes passa despercebido ao final da cerimônia religiosa ou dias antes no cartório da cidade.

                         Dias atrás vivenciei um casamento na Embaixada brasileira em Abu-Dhabi.
                            Os noivos são brasileiros,  residem e trabalham em Dubai faz alguns anos.



                               Chegamos às 10h30min em Abu-Dhabi. Estava curiosa para saber de tudo.
                                Na ante sala aguardamos ser chamados.


                                                        Os noivos foram convidados a conferir os documentos e
                                                        logo em seguida começaria  a cerimônia.


A Ministra  Conselheira recebeu todos em uma sala reservada. Acomodou os noivos e testemunhas.  Os outros convidados ficaram em pé. Simpática e bem humorada falou que as portas ficariam abertas por duas razōes: a primeira era para o noivo fugir, caso quisesse desistir...(risos) e a segunda era por lei, caso alguém tivesse algo contra o casamento e quisesse  entrar e se manifestar. Quanto à primeira ...todos riram!!!!


          Após isso, passou a ler em tom solene o documento, o que me causou emoção , claro!
          Ao falar ... Gustavo Sievert, filho de Marilde Sievert...o coração da mãe bateu muito forte.
          Sim, o casamento foi do meu filho Gustavo com a querida Debora. Gratidão imensa.






                  E, assim ficou lavrada e consolidada a união  de dois brasileiros em terras árabes .
                  Desejamos que no transcorrer da vida esse caminho vá sendo construído com amor, paciência e compreensão mútua. Porque uma nova fase se inicia.E o caminho se faz na caminhada, meus filhos.


Falávamos que seria um casamento pequeno. Mas, gostei do que ouvi de uma querida amiga que me corrigiu: " não existe casamento pequeno; existe casamento com poucas e especiais pessoas". Concordei prontamente.  Foi o que aconteceu. Cada uma destas pessoas tem significado especial para eles.





E, os beijinhos de coco foram para todos os amigos queridos. 
Acompanhados de belos champanhes, claro.
Bolo da noiva? Sim, também tinha. 
Um dia marcante, sem correrias, sem grandes preocupações com a festa mas com enorme carinho e alegria no coração daqueles que torcem por uma bela caminhada que farão a dois. 


                                               Que vivência emocionante, hein Marildinha!
                           Um momento singular. Quando pensaria que pudesse participar de uma cerimônia na Embaixada em Abu-Dhabi...e que seria justamente o casamento do meu filho primogênito! E para fechar esse post deixo as palavras do Felipe: " Meus primos Débora e Guto. É só um papel que confirma sentimentos já existentes e o que eu posso desejar é felicidades ao casal. Que bom que o casamento deu certo e não é qualquer um que casa no exterior. Se puxar na linha do tempo do interior de Santa Catarina-Ibirama para Dubai a coisa deu uma melhorada ( risos). Muita luz no caminho de vocês ". 

4 comentários:

  1. O melhor foi te ter pertinho de nós. Adorei a postagem, obrigada pelo registro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como ficar longe dos amores da minha vida? Gratidão sempre!

      Excluir
  2. Minha querida,que bela vivência! Ganhaste uma flha,com certeza. Sei do teu amor e indentificação por Débora. Que sejam sempre felizes,saudades de tu,beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Patricia! obrigada pelo teu carinho de sempre! bjnhos

      Excluir