Minha lista de blogs

sábado, 14 de junho de 2014

Monte Saint-Michel

Remexer em pastas, gavetas, armários pode ser um momento de grandes reencontros. Ali podem estar guardadas tantas memórias lindas e que ficam por longo tempo descansando no esquecimento. Mas, quando são encontradas...ahhhh...que bom relembrar! E, rever.

Hoje faremos uma viagem oferecida por Ralf, um colega do curso de francês, em Nantes-2008. Faz tempo que enviou-me um CD com fotos de um passeio sensacional que fizemos, num sábado, com alguns interessados da turma, para conhecer Monte Saint-Michel.


É uma pequena ilha rochosa na foz do Rio Couesnon, no limite entre a Normandia e Bretanha-França, onde foi construída uma Abadia e Santuário em homenagem ao Arcanjo São Miguel, depois de sua aparição por três vezes.


      A Abadia ( no topo) é hoje uma comunidade monástica com grande presença espiritual, permanente.


                     Monte Saint-Michel foi tombado como patrimônio mundial da UNESCO ( 1979).
                                       É o terceiro ponto turístico mais visitado na França.

É cercado de uma magnífica baía, teatro de uma das maiores marés da Europa. Um espetáculo grandioso. Para apreciar tão linda obra da natureza e do homem deve-se observar a hora certa para chegar e sair. Chegar cedinho e sair no final da tarde, antes que a maré cerque todo o Monte. E, então o jeito é ficar por lá até o outro dia, quando a maré descer.


Ao avistar o Monte Saint-Michel, de longe, não se pode imaginar tudo o que nele será encontrado. Uma riqueza em detalhes de arquitetura, que impressiona. As ruelas estreitas fazem o labirinto que vai conduzindo  todos até o topo...é preciso ter boas pernas e resistência física, juntamente com muita fé para acreditar que se vai dar conta de subir, subir, subir por seus centenários e muitos, mas muitos degraus.

A recompensa é recebida quando os olhares perdem-se no infinito do mar. E, quando os sinos tocam para o início da missa, cantada por monges e iluminada por luzes naturais, que entram pelos vitrais fantásticos. Inexplicável a sensação de paz, de satisfação e de pequenez, ao mesmo tempo. Porque tudo é muito grandioso.

 Imaginem como deve ficar lindo...  durante a noite, para aqueles que se hospedam por lá, há um percurso noturno com música e luz por 1h30min de duração. Não tivemos essa vivência, ficará para uma próxima vez.

Monte Saint-Michel está a 360 km a oeste de Paris. Pegue o TGV (trem de alta velocidade) na gare Montparnasse-Paris e vá até Rennes ( duração 2h). E, em seguida um ônibus até Monte Saint-Michel (duração 1h). Se puder incluir na sua viagem, vale muito a pena!
                                                                                                  A bientôt.


3 comentários:

  1. Ola querida Marilde
    Sabe que moro tão pertinho e unca fui?
    Esta na minha lista de bate e volta,todos os anos
    da primavera a verão,faço algumas excurções ate e volta com guia.
    Ah,como é bom viajar,hoje fui contigo,brigada por partilhar,feiz Domingo,beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Patrícia! Um lugar além de maravilhoso...espiritualizado, único! Espero que logo, logo chegues até lá. Bjsss

    ResponderExcluir
  3. each time i used to read smaller articles which also clear their motive, and that
    is also happening with this article which I am reading at this time.


    Here is my website diatomaceous earth youtube

    ResponderExcluir