Minha lista de blogs

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Quadros de Monet

                          O caminho, ao meio dos vários tons de verde, me levou aos quadros de Monet.
                                                                       Ao vivo!


                                       O céu fica refletido na água e se confunde no azul vibrante.
                          As árvores, em espelhos, fazem o desenho na transparência do espaço.


                                           De repente, a canoa que ampara as lágrimas do chorão...


                                      Cada olhar é despertado por alguma imagem retratada em cores e amores.

                               
                                                                               Surreal.
                                  Estar ali foi como entrar nos quadros de Monet e fazer parte das telas.

               
                                                               Imaginação ou realidade?


                                            A paz mora aqui. Aproveite. Descanse a sua mente.              


                                                    Inspiração ao belo, ao sensível, ao natural.

           
                      Quanto mais olhava ao meu redor mais parecia estar diante dos quadros pintados.


                                             "A mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo".
                                                                Inspirador, querido Monet.


                                             Inspirador, poético e  mágico!
                                                                               E, lindo...muito lindo!


    Era sexta-feira. Um dia lindo começava em Paris. Acordei cedinho, preparei o meu café ao modo francês, degustei um delicioso croissant e lá fui eu. Na noite anterior, com ajuda de Sophie ( amiga parisiense), fizemos o roteiro do desce e sobe em metrô e  trem... com a intenção de ir visitar os quadros de Monet, ao vivo. O verão de julho mereceu roupas confortáveis e minhas havaianas. Parti em direção à pequena e maravilhosa aventura. Fazia muito tempo que eu sonhava em fazer isso.
Primeiramente peguei o metrô da linha 14 direção gare Saint Lazare. Chegando ali caminhei em direção à estação de trem SNCF ( Trains grands linhas) e embarquei no trem até Vernon. Esse trajeto teve a duração de 55 minutos. Ao desembarcar do trem , logo ao lado da estação, um ônibus aguarda para levar os que chegam até Giverny, numa breve viagem de aproximadamente 15 minutos. O ticket do trem (ida e volta) custou  27,80€ e o ticket do ônibus (ida e volta) custou 8€. Para entrar nos Jardins e Casa de Monet custou 9,50€. Sei que muitas agências de viagem fazem essa programação. Mas, eu quis vivenciar uma certa autonomia e fui muito feliz com apenas 45,30€ de investimento. Para aqueles que tem pernas resistentes, podem alugar bicicletas ao lado da estação do trem e ir pedalando até Giverny. Preferi ir sentadinha no ônibus e sentindo o ar fresco do ar condicionado...rsrsrsr
   Se você ainda não conhece esse lugar mágico, recomendo fazer isso em sua próxima voyage.
                                         

3 comentários:

  1. Amiga querida!
    O dia de hoje, inspiração ou realidade...também não sei, mas morte e vida se fundem, são iguais. Para viver é preciso morrer e para morrer, é preciso viver! Tua amada mãe se foi, mas acredito que com a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo. A morte é inspiradora, poética e mágica!
    Tua postagem foi escrita para a partida dela, mesmo sem querer! Conhecer o novo, o belo e ter a coragem de ir de havaianas e de metrô! nem todo mundo tem este desapego, tão necessário na hora de evoluir...fique bem, moras no meu coração! estou aqui! beijos...

    ResponderExcluir
  2. Minha amiga! Essas tuas palavras me comovem, como em tantas outras vezes. Esse teu olhar sobre a vida e morte é fruto de grande evolução espiritual. Estás cada dia mais sensível, amorosa e esperta! Que bom que temos uma a outra. São esses presentes da vida que nos dizem: vai em frente, sem medo e com esperança. Te amo, querida. Beijos

    ResponderExcluir